Tratamento para Melasma com novas tecnologias

Qual é o tratamento mais eficaz para melasma? Como diagnosticar o melasma? Peeling, microagulhamento, ácido ou lasers para tratar o melasma? Entenda.

Como é feito o diagnóstico do Melasma?

O mais importante é dizer que o Melasma não é uma mancha. É uma doença do melanócito. Ela ocorre com a alteração de hormônios, sol ou até eventualmente, por alguma outra condição genética e não volta mais ao normal.

Então, o diagnóstico é feito clinicamente, olhando o paciente na consulta médica.

O diagnóstico é fácil. o Melasma surge geralmente na região do nariz e próximo dos olhos, conhecido como “asas de borboletas”.

Agende uma consulta para indicarmos o melhor tratamento no seu caso.

Quais os melhores tratamento para Melasma?

Essa é uma pergunta difícil. Temos que começar pelo básico. Primeiro, temos que bloquear a radiação ultra-violeta do sol com filtros solares (de preferência com cor, porque o melasma também é influenciável pela luz visível) e com chapéu. O melasma é influenciável até por infravermelho, quando estamos perto de algo muito quente. É bom também usarmos cremes clareadores de uso local na pele. Durante muito tempo, os lasers ficaram renegados a segundo plano porque davam rebote na pigmentação.

Hoje em dia, existe um laser que gosto muito, chamado Starwalker, porque ele cerca o melanócito na parte vascular, na parte do foto envelhecimento. E com apenas algumas sessões, fazemos com que o melasma não volte com facilidade.

Temos o laser Starwalker à sua disposição, caso necessite. Marque uma consulta conosco.

Dermatologista referência em lasers e tecnologias

Dermatologista – CRM-SP 80140 / RQE 38151

O Dr. Fernando iniciou sua trajetória com uma graduação pela Escola Paulista de Medicina (EPM) da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) – tendo se especializado em dermatologia pela mesma instituição.

Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), o Dr. Fernando também é membro da renomada American Academy of Dermatology (AAD) e do Grupo Brasileiro de Melanoma (GBM).

Sua paixão pela área fez com que se aprofundasse em tecnologias e lasers de última geração, tornando-se referência nacional no assunto.

  • Graduado em medicina pela Escola Paulista de Medicina (EPM) da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP);
  • Especializado em dermatologia pela EPM/ UNIFESP;
  • Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), da American Academy of Dermatology (AAD) e do Grupo Brasileiro de Melanoma (GBM);

Preencha o Formulário Para Ser Direcionado ao Nosso Whatsapp

Seus dados só serão usados para agendamento de consulta. Não enviaremos mensagens promocionais.